Home Dicas Como se inscrever no Prouni?

Como se inscrever no Prouni?

Realizado exclusivamente pela Internet, processo de inscrição do Prouni exige domínio e atenção do candidato.

Publicado por Wanja Borges em Dicas

Compartilhe

Antes de se inscrever no Prouni, candidato precisa checar se preenche os critérios do programa
Antes de se inscrever no Prouni, candidato precisa checar se preenche os critérios do programa

Considerado o maior programa de bolsas de estudos da história da educação brasileira, o Programa Universidade para Todos (ProUni) já beneficiou, nesses quase 10 anos de história, mais de um milhão de estudantes com bolsas de estudos parciais ou integrais em faculdades particulares. Por outro lado, mesmo com toda essa adesão e sucesso, parcela significativa dos estudantes ainda tem dúvidas sobre o processo de inscrição e adesão ao programa. Pensando nisso, o Super Vestibular preparou um passo a passo de como se inscrever no Prouni. Confira: 

 

Critérios
Em primeiro lugar, o estudante precisa saber se preenche, ou não, os critérios estabelecidos para participação no programa. Além de ser egresso do ensino médio da rede pública ou bolsista integral em instituições da rede particular, ele também deve possuir renda per capita máxima de três salários mínimos, o que equivale hoje a R$ 2.034. Como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é o critério de seleção utilizado pelo Programa, o candidato também precisa ter obtido média igual ou superior a 450 pontos no Exame e não ter zerado a redação. Com exceção dos professores de rede pública de educação básica, participantes com algum diploma de ensino superior estão extintos do processo. 

 

Inscrição 
As inscrições são feitas, exclusivamente, pela Internet, através do site http://siteprouni.mec.gov.br. O processo seletivo acontece semestralmente e a adesão pode ser feita, normalmente, nos meses de janeiro e julho, em um dos quatro dias de prazo estabelecidos. Para os candidatos que não têm acesso à Internet, computadores são disponibilizados nas instituições de ensino cadastradas. Para iniciar a inscrição, o estudante precisa fornecer seu CPF, número de inscrição no último Enem, juntamente à senha cadastrada neste processo seletivo. Em caso de esquecimento, ela pode ser recuperada no próprio site do Exame. 

 

Questionário
Logo após o login, o candidato deverá preencher um questionário com cinco perguntas obrigatórias. Neste formulário, o participante responderá sobre sua raça e cor, se é ou não portador de deficiência física, em que tipo de escola cursou o ensino médio, se é professor da rede pública de ensino e integra o quadro pessoal permanente ou se possui matrícula ativa ou trancada em alguma instituição de ensino superior. Após indicar as respostas, ele deverá declarar se é brasileiro nato ou naturalizado, além de informar se concluiu algum curso superior até o momento. 

 

Grupo Familiar
Em seguida, é a hora de indicar as informações do Grupo Familiar. Após preencher sua renda bruta mensal, o candidato deverá adicionar os dados pessoais e financeiros de cada membro da família, como grau de parentesco, nome completo, CPF, data de nascimento e renda bruta mensal. Depois de respondido, basta clicar em Adicionar e partir para o próximo membro. Logo abaixo do formulário, é possível acompanhar quanto membros foram cadastrados e uma pequena listagem com os dados básicos do grupo. Após inserir todos os componentes, é só clicar em Salvar e Prosseguir. Uma nova janela é aberta para que o candidato declare estar ciente da veracidade do conteúdo e dos documentos exigidos para comprovação das informações. 

 

Cursos
Depois de conferir as informações do candidato, chegou a hora de escolher a primeira opção de curso. A pesquisa pode ser feita pelo nome da instituição, município ou curso. Ao indicar qualquer uma dessas três opções, são informadas, automaticamente, as graduações que possuem relação com a pesquisa, disponibilidade e perfil socioeconômico do estudante. O grau, turno, valor da mensalidade e quantidade de vagas para cotas, ampla concorrência e adicional também são exibidos. Ao clicar no curso de interesse, o candidato precisa informar se já é aluno da instituição e definir sua modalidade de concorrência. Após confirmação dos dados, basta seguir esses passos novamente e escolher a segunda opção de curso e pronto, sua inscrição foi realizada com sucesso.   

 

Da mesma forma que acontece no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o candidato que vai se inscrever no Prouni também pode alterar sua escolha durante os dias de inscrição. Muitos estudantes adotam este hábito principalmente em razão das notas de corte, que são atualizadas uma vez por dia, aumentando assim a chance do participante se inscrever para um curso que possui mais chances de ser selecionado. 

Vale ressaltar também que alguns cursos contam com requisitos específicos para matrícula, por isso, todas essas informações devem ser checadas antes de efetivar sua inscrição. Caso contrário, o candidato poderá perder seu direito à bolsa, se selecionado. Além disso, algumas instituições submetem os pré-selecionados a um processo seletivo específico. Neste caso, a necessidade é informada no ato da inscrição. 

Os resultados do processo seletivo são disponibilizados no Portal do MEC, pelo telefone 0800.616161 ou pelas instituições participantes. Fica sob responsabilidade do candidato pré-selecionado acompanhar o resultado, observar o prazo para matrícula e se apresentar na secretaria da universidade portando os documentos necessários para comprovação das informações mencionadas na inscrição.  

Depois de apresentar os documentos e assinar o Termo de Concessão, o candidato já pode partir para o abraço e comemorar sua aprovação como bolsista do ProUni. Contudo, para manter o benefício, ele deve ser aprovado, no mínimo, em 75% das disciplinas cursadas em cada período letivo, por isso, mais do que comemoração, é preciso atenção e dedicação para seguir em frente e garantir o desconto na mensalidade até o final do curso. Então, mãos à obra! 

 

VEJA TAMBÉM

1 2

0 comentário